A História do Concreto - Hembrafer

Hembrafer - Soluções em Aço para Construção

(19) 3437-6090
Hembrafer - Soluções em Aço para Construção

Fique por dentro

Hembrafer - Soluções em Aço para Construção

A História do Concreto

Nesse artigo de estreia a HEMBRAFER vai contar um pouco da história do concreto. E impossível não falar desse assunto, sem destacar que o concreto é o segundo produto mais consumido na economia global, depois da água.

Consequentemente, o Cimento Portland – principal matéria-prima do concreto – também está entre os mais consumidos. E continuará assim por muitos anos ainda, estima Chris Cheeseman, professor de engenharia de recursos de materiais do Imperial College London. “A explicação é simples: o concreto é muito bom no que faz, graças ao cimento.

Ainda não inventaram um material capaz de, em estado líquido, se moldar a praticamente qualquer forma. Já em estado sólido, também não criaram algo capaz de se tornar tão resistente quanto a rocha, sobretudo quando combinado com o aço”, analisa o professor.

Outro fato que torna o concreto praticamente insubstituível é que as matérias-primas usadas para fabricar o Cimento Portland são baratas e abundantes na maioria dos lugares ao redor do globo, ou seja, se o mundo quiser continuar progredindo terá que seguir usando concreto. “A ONU estima que haverá quase 10 bilhões de pessoas vivendo no planeta por volta de 2050. Elas precisarão morar e se locomover pelas cidades, e só o concreto poderá lhes dar moradias e vias para trafegar”, completa Chris Cheeseman. A prova é que, em 15 anos (2002 a 2017), a produção global de cimento mais que dobrou. Saiu de 1,8 bilhão de toneladas para 4,1 bilhões de toneladas.

Concreto é um material de construção feito pelo homem que se assemelha a uma pedra. Combinando cimento, agregado graúdo e água obtém-se o concreto. A água permite a fixação e união dos materiais. Diferentes misturas são adicionadas para que o concreto obtenha específicas características. O concreto é geralmente reforçado com o uso de barras de aço, antes de ser lançado nos moldes. De forma interessante, a história do concreto tem as primeiras evidências em Roma, a aproximadamente 2000 anos atrás. Concreto era essencialmente utilizado em aquedutos e estradas em Roma.

Diz-se que os romanos usavam uma matéria prima especial para seus concretos. Tal mistura consistia em cascalho e areia grossa misturados com cal quente e água, e, às vezes, até mesmo sangue de animal. Para reduzir retrações, eles utilizavam cabelo de cavalo. Evidências históricas constatam que sírios e babilônios usavam argila como material ligante. Mesmo os Egípcios antigos são conhecidos por utilizar cal e cimento para o concreto. Argamassa de cal e cimento também foram usadas nas construções das pirâmides mundialmente aclamadas.

O primeiro fato registrado aponta para o ano 1756, quando John Smeaton fez concreto misturando agregado graúdo e cimento. Em 1793, ele construiu o Eddystone Lighthouse in Cornwall (Inglaterra) com o uso de cimento hidráulico. Outro grande desenvolvimento aconteceu no ano 1824. O inventor inglês Joseph Aspdin desenvolveu o cimento portlant. Ele fez concreto queimando giz com terra e finalmente argila, em um forno até que o dióxido de carbono evaporasse, resultando em um forte cimento.

Foi na Alemanha que o primeiro teste sistemático de concreto aconteceu em 1836. O teste médio a resistência à tração e à compressão do concreto. Outro importante ingrediente do concreto é agregado e isso inclui areia, brita, argila, cascalho, escolha e xisto. Concreto que faz uso de aço/metal é um concreto reforçado ou concreto armado. Foi Joseph Monier quem inventou o primeiro concreto armado em 1849. Ele foi quem quem fez cubas e tubos de concreto armado com o uso de aço. O concreto armado, portanto, combina a capacidade à tração do metal e à compressão do concreto para suportar elevadas cargas. Ele recebeu a patente por essa invenção em 1867.

Em 1886, o primeiro forno rotatório foi introduzido na Inglaterra e tornou constante a produção de cimento. Em 1981, George Bartholomew fez a primeira rua em concreto em Ohio, USA. Por volta de 1920, concreto foi largamente utilizado em construções de estradas e construções. Foi em 1936 que as barragens de concreto Hoover e Grand Cooley foram construídas.

Concreto, desde a idade moderna, é um caminho sem volta e por isso continua sendo o segundo produto mais consumido na economia global. Conhecido como o mais resistente material de construção, o concreto encontrou maior emprego em represas, rodovias, prédios, entre outros diferentes tipos de edificações e construções.

Fontes:

https://civilizacaoengenheira.wordpress.com/2017/03/22/a-historia-do-concreto/

https://www.cimentoitambe.com.br/massa-cinzenta/agua-cimento-portland-e-concreto-por-que-nao-se-vive-sem-eles

Fale Conosco


    Upload de Arquivo

    Arquivos permitidos: .crw, .jpg, .jpeg, .pdf e .png



    Endereço

    Av. Adiel Paes Zamith, 1559 - Santa Rosa, Piracicaba - SP, 13414-100

    Telefone

    (19) 3437-6090

    (19) 3413-1102

    E-mail

    contato@hembrafer.com.br